Get Adobe Flash player

Trail de Pombal Sicó

Licinio Carreira e ACV vencem o curto

Pedro Ferreira e Aquilino Ferreira tambem levaram a melhor nos seus escaloes

trailComecou, logo pela manha, com a partida simbolica no Largo do Cardal. As 9 horas sairam os mais 'duros' para os 29 km e, logo despois - 9h15m, os dos 17km. Tambem por essas horas, comecaram a embarcar, nos autocarros disponiveis para o efeito, os caminheiros - rumo ao Vale, de donde iriam iniciar a sua dura caminhada ate ao Pavilhao das Atividades Economicas, onde estava instalada toda a logistica da chegada.

Nao chovia muito mas... chovia sempre! Nao estava frio mas, la no alto da serra, o 'calor' aguentava-se bem! Nao havia nuita lama mas, a que teimava em se agarrar as alpercatas, tornava perigoso o apoio nas (muitas) pedras molhadas.

O Atletico Clube de Vermoil tinha como unico representante na prova 'mais' apenas o veteranissimo ALFREDO SANTOS. O nosso historico colega 'tirou a manha' para calcorrear toda a vertente sul da Serra da Sico, com uma leve e fria incursao a vertente norte. Levou 4h21m57s para perfazer os durinhos 29 mil metros do percurso: 94 da geral e 4 do seu escalao. Esta modalidade ultra contou para o Distrital de Trail Longo.

MARIO HENRIQUE e ISABEL PATACO (mais aquele do que esta: trabalho a quanto obrigas!) optaram pela vertente mais divertida e, quica, mais 'ensopada' das provas. Pareciam uns pintainhos (os caminheiros). Molhados, mas satisfeitos!

licinioNo curto, se e que devemos chamar curta a uma exigencia fisica e psiquica apurada durante mais de 80 minutos, tinha o ACV, toda a restante municao: 8 atletas. Curiosa mas lamentavelmente - para eles - so dois e que nao foram ao podio e ... mal e sorte, ficaram em quarto lugar!!!

O grande vencedor foi o nosso 'papa-trails' (como carinhosamente lhe chamam os adversarios) LICINIO CARREIRA: 1h13m56s para levar de vencida os 17,4 km do percurso. Foi, naturalmente, tambem vencedor do seu escalao M45. Com pouco mais de 1 minuto de atraso chegaria o PEDRO FERREIRA: 1h15m28s. Para alem de ser o segundo da geral, venceu, tambem o seu escalao M40. Encerra, assim, em beleza a sua excelente campanha neste escalao, na vespera do seu 45 aniversario. Duplos parabens, maquina!

Em quinto lugar da geral, o estreante no genero, BRUNO GASPAR gastou 1h17m58s do seu domingo para rejuvenescer ao escalao de senior (nao houve M35) e ser o segundo classificado. Fechou a equipa, na 9 posicao da geral o, tambem ja 'batido' nestas andancas, AMILCAR BRITO com 1h22m06. O amilcar foi o primeiro de dois a ficar fora do podio; 4 senior.

pedroNa 14 posicao apareceu o JOSE SANTOS que nao 'viu' bem os adversarios e o tempo de 1h23m57s nao lhe deram melhor que a outra quarta posicao no escalao de M45, por sete segundos!!! Mais tranquilo e desfrutando um pouco mais da paisagem a veterania e mestria do AQUILINO FERREIRA valeram-lhe a vitoria no escalao M60, com 1h28m48s.

Surpreendido mas meritoriamente confiante foi como o VITOR LOPES subiu ao 3 lugar do podio, nos M50, olhando de alto para o tempo de 1h40m02 passado nos trilhos da Sico e rampas de S. Cristovao e Castelo. Segunda posicao no escalao de F40 - 131 da geral e 1h56m19s foram as contas da SARA DOMINGUES. 'Emprestada' ao 'patrao', a Sara esteve a altura do acontecimento e representacao feminina do ACV.

Coletivamente o nosso clube arrasou a concorrencia; obteve 17 pontos, deixando a 2 classificada a mais de 50 pontos!

A organizacao brindou toda a gente com o almoco volante e banhos quentes.

Toda a receita deste evento reverteu para os Bombeiros voluntarios de Pombal que se esmeraram na assitencia aos atletas. Bem ajam!

Fotos ADAL: AQUI

Fotos ACV: AQUI

Classificacoes: AQUI

Uma enervante 'avaria' tecnica continua a obrigar escrever todo o texto sem acentos, til e cedilhas. Ainda que em tempo de acordos ortagraficos, pedimos desculpa!

 

CAMPEONATO DISTRITAL DE CORTA MATO LONGO

Veterania invencivel

Bruno Gaspar, Licinio Carreira e Sara Domingues, tambem, Campeoes Distritais

Moita - Marinha Grande: 03/03

Embora desfalcado (por lesao) de alguns dos seus atletas, o Atletico Clube de Vermoil apresentava-se nestes Campeonatos Distritais de Corta Mato, na versao mais longo, como favorito. Se isso era valido para os veteranos - quer num genero, quer no outro - a missao reservada aos seniores limitar-se-ia a fazer o costume: o melhor!

campes2019Dos problemas que os principais adversarios (tambem) apresentaram na partida, o ACV nao tem (era melhor que tivesse!) culpa. Recordar que ja perdemos titulos com o mesmo nuero de pontos dos adversaios e razao mais que suficiente para por "pes ao mato" ate ao ultimo centimetro da reta da meta. Foi o que (sempre) fizemos!

Assim, e num local porreiro para uns bons treinos, caminhos com (muita) areia, em plano pinhal (que escapou aos incendios do ano passado, mas improprio para uma competicao que se quer concorrida, la comecou o evento com as cinco voltas (de 2km) ao percurso para os seniores masculinos. O ACV, com apenas dois dos ditos disponiveis, fez-se completar com dois veteranos que, 'dando a pele' nao conseguiram mais que completar o seu previsivel lugar no podio. Note-se e sublinhe-se, desde ja, o lamento de a prova ter apenas mais tres outsiders que os que compunham as tres equipas: 18 atletas!!!

O programa prosseguiu com as senhoras: todas de uma vez e ha que fazer 3 voltinhas! Depois de por duas vezes ver fugir o titulo por falta do quarto elemento, as nossas 'meninas' cerraram os dentes com que brindaram os escassos espetadores depois da prevista, merecida e desejada vitoria. Sara Domingues juntou ao coletivo a renovacao de campea no seu escalao (F40) conquistado no curto.

Como ja se disse, e aparentemente, aos veteranos masculinos bastaria acautelarem-se de eventuais surpresas e fazerem o que melhor sabem: ganhar. Juntar o titulo distrital de Estrada, Corta Mato Curto e, agora o Longo, foi algo que jamais por ca tinha acontecido. Bruno Gaspar nao se fez rogado a oportunidade de revalidar um ceptro que ja lhe pertencera. Desta vez, ao que pareceu, ate foi facil, pelo menos para quem esta de fora, a sombra dos pinheiros...

O mes mais curto tornou-se no mais longo no que a carga de provas diz respeito: dois distritais e um nacional com uma prova de pista pelo meio. Razao mais que suficiente para se abdicar do outro Nacional - o Longo - do proximo domingo.

Classificaco dos nossos atletas.

Veteranas: segunda, LILIANA NEVES, COM 29:40; terceira, BLANDINA LOURENCO, com 29:42; sexta, ELSA SOARES, com 31:41 e setima SARA DOMINGUES (Campea Distrital) com 31:54. Coletivo - primeira (campea distrital), com 18 pontos.

Seniores masculinos: Decimo, JOAO GONCALVES, com o tempo de 38:58; decimo segundo, CARLOS ALVES, com 40:37; decimo sexto, JOAQUIM QUITERIO (veterano), com 42:32 e decimo setimo, JOSE MENDES (veterano), com 42:58. Coletivamente - terceiro lugar, com 55 pontos.

Veteranos masculinos: primeiro, vencedor da prova e campeao distrital M35, BRUNO GASPAR, com o tempo de 29:43; quarto LICINIO CARREIRA, tambem campeao distrital em M45, com 30:42; sexto, PEDRO FERREIRA (medalha de bronze M40), com 30:52; decimo segundo, MIGUEL GONCALVES, com 32:51; vigessimo quinto, NELSON FERREIRA, com 35:19; trigessimo terceiro, com 35:57, HELDER MIRANDA; com 36:59 e em trigessimo nono, VITOR LOPES; EUGENIO MENDES foi quadragessimo sexto, com 42:21 e na quinquagessima posicao findou o ALFREDO SANTOS, com o tempo de 44:47. NARCISO FABIAO, bem tentou, mas nao conseguim terminar a prova. Coletivamente, folgada vitoria e mais um campeonato para o palmares: 23 pontos, apenas!

campeoes2019Apelando a ADAL que reveja e procure forma de incentivar a participacao dos seus atletas federados nestes campeonatos, os atletas do ACV, que tao bem tem dignificado o clube e a Associacao, agradecem o apoio nesta prova, quer em trabalho quer a simples presenca de incentivo, dos familiares e dos colegas Sergiy Chonka, Deonilde Costa e Mario Henriques. Obrigado!

Nota: por manifesta falha tecnica, este post e apresentado sem acentos, til e cedilhas. As nossas desculpas!

 

Assembleia Geral

Associativismo: indiferênça ou covardia?

Pela primeira vez na sua história o Atlético Clube de Vermoil marcou uma Assembleia Geral dupla: seria extraordinária eleitoral se houvesse lista(s) candidata(s) e transformava-se em ordinária se, pelo contrário, não aparecesse nenhuma lista.

Na ausência de candidaturas, AG de 23 de fevereiro serviu, então e apenas, para aprovar o Relatório de Contas e 2018 e o Plano de atividades para 2019. Em quatro meses, o clube recuperou o passivo e parte para o desafio do ano de 2019 com mais de cinco mil euros, para fazer face aos encargos assumidos.

Vermoil continua de costas voltadas para o ACV! Com a presença total do executivo da Junta de Freguesia (que se saúda), esta AG constatou a evidência do divórcio das gentes da terra com as suas forças vivas. Lamenta-se!

Durante mais de duas horas, os representantes autárquicos esforçaram-se, em comunhão com a Comissão Administrativa do Atlético, para encontrar soluções... A freguesia está na iminência de perder todas as coletividades que trabalham e se esforçam por dignificar o nome da terra por ... falta de dirigentes!

O que é preciso fazer para que as pessoas se dediquem mais e valorizem o que de bom se vai fazendo? Como cativar as pessoas para o dirigismo? A falta de motivação terá a ver com o desconhecimento do trabalho que cada associação desenvolve? Que papel está reservado ao poder local, confrontado com esta recorrência?

Uma direção de uma instituição não se impõe, mas, está a ser tudo feito para sensibilizar quem pode e tem capacidade de exercer esses cargos, para o dever cívico de o fazer?

É justo sobrecarregar velhos dinossauros do dirigismo associativo com empossamentos compulsivos e sucessivos, com gestão desfazada da realidade atual? Alguém se preocupa e faz por alterar o estado e a forma destas reconduções de (fraco) poder sucessório?

Sabe-se que o município - conhecedor desta realidade - tem em curso a disponibilidade de meios técnicos de apoio às coletividades e um basto suporte financeiro. Nem assim!

Será a profissionalização um dos caminhos? A diferença nos nomes já se vai sentindo: os "clubes" vão passando a Escolas ou Academias, locais onde os pais - mediante mesalidade - deixam os seus filhos a cargo de profissionais competentes. Terão, no futuro, estes prestadores de serviços, de segunda a sexta, alguma ligação bairrista que os distinga uns dos outros?

Qual o papel do mundo empresarial contemporâneo? A administração de uma empresa "abre" um departamento lúdico para os seus empregados, avença uma equipa ambulatória ou manterá o espírito mecenático com parcerias locais?

Enfim! Muitas dúvidas e incertezas perante a evidência do status quo atual bastante sombrio.

Dúvidas não há, nem ninguém nos chateia, se - cada vez mais - nos preocuparmos, apenas, com nós próprios: os outros que resolvam!

 

Reconhecimento FPA

fpa

 

CAMPEONATO NACIONAL DE CORTA MATO CURTO

'Voar' com as estrelas, ou

...quando correr muito não chega!

Fazer uma prova de corta mato a uma temperatura de cerca de vinte graus, com o sol a brilhar e em terreno relvado pode parecer atípico. E foi! Naturalmente que, nestas condições, não se corre... voa-se! O local escolhido pela FPA para este desiderato foi o mais recente parque de lazer da cidade da Marinha Grande. Chama-se Jardim da Cerca e, de facto, os cerca de dois mil atletas que deram cor à magnífica manhã primaveril viram-se cercados de um ambiente alegre e festivo: magnifico!

O evento, que congrega o campeonato nacional Absoluto, juniores, sub 23, seniores e veteranos, na componente mais curta, é ainda palco do Nacional Escolar. È, portanto, uma oportunidade soberana para a comvivência entre os campeões já maduros e as jovens promessas da modalidade. Participar neste acontecimento é, por tudo isso, uma festa, orgulho e motivação.

O Atlético Clube de Vermoil, que valoriza a sua participação nos eventos federativos, apresentou-se com 16 atletas: 3 veteranas, 1 sub 23, 2 seniores e 10 veteranos. A saber:cmcurto

 

Nome Geral Tempo Esc
BRUNO GASPAR 113 13:24 17º
JOÃO GONÇALVES 123 13:30 -
LICÍNIO CARREIRA 163 13:56 13º
PEDRO FERREIRA 185 14:06 27º
CARLOS ALVES 188 14:08 32º
MIGUEL GONÇALVES 221 14:39 35º
JOAQUIM QUITÉRIO 245 15:00 40º
AMÍLCAR BRITO 253 15:07 -
JOSÉ SANTOS 256 15:09 37º
JOSÉ MENDES 260 15:16 44º
HELDER MIRANDA 294 16:13 49º
VITOR LOPES - 16:40 44º
EUGÉNIO MENDES - 19:37 27º
Coletiva Absolutos 25ª 584 Pts  
Coletiva Veteranos 14ª 10 pts  
BLANDINA LOURENÇO 82 17:03 8ª
ELSA SOARES 117 18:36 11ª
SARA DOMINGUES 123 18:52 17ª

 

Parabéns, pessoal!

0001No próximo domingo aumentaremos a quilometragem mas não a distância: volta a ser na Marinha GRande, mais concretamente na Moita - Distrital de Corta Mato Longo.

 

Campeonato Distrital de Corta Mato Curto

Velhos Campeões!

campeo2019.1Sara estreia-se a ganhar!

Era o objetivo.

Missão cumprida!

Bem cedinho, uma vintena de 'maduros' arrancaram da cama com destino ao limite sul do distrito. Na bagagem, para além duma ambição sem igual, o dever de repetir a proeza do Distrital de Estrada: Ganhar!

O tempo, que adivinhara chuva, parecia dar (e deu) espaço de manobra: a esperança não iria por lama abaixo.

A luta começou logo pelos mais 'novos': os séniores. A tarefa, deveras improvável, não era, contudo, impossível. Embora desde cedo se desenhasse o amarelado do comando adversário, não foi por falta de garra e empenho que os nossos guerreiros não subiram mais alto. O segundo lugar demonstrou que os amigos canários não se podem distrair e o  reforço pleno com veteranos foi mais que necessário. Cuidem-se!

Pelo lado dos veteranos, e por força do emagrecimento do plantel adversário mais perigoso, a missão estava mais facilitada. Mas facilitar era, e foi, proibido: Cada ponto, cada metro e cada segundo foram disputados até às últimas: lá na frente, pelo meio e cá atrás. Nestas coisas, tão precisoso é o lugar que se ganha lá adiante como o que não se perde pelo meio. No fim uma vantagem tranquila mas que modera os ímpetos eufóricos de próximas lutas.

Nas senhoras - que alinharam depois - a 'guerra' era apenas individual. Com as alterações para esta época de contarem quatro atletas, e com duas lesionadas, as companheiras tiveram que se contentar com elas mesmas. Não foi, por isso mesmo, empenho menor: uma Campeã (Sara Domingues), uma vice e uma terceira! 

Numa manhã repleta de confraternização entre adversários na pista mas Grandes amigos fora dela o Atlético Clube de Vermoil trouxe para casa DOIS títulos de campeão distrital e mais NOVE pódios.

campe19.1Parabéns Malta!

Vamos, proximamente, fazer uma pausa nos distritais (em março será o Longo) e vamos intrometer-mo-nos nos Nacionais. O Curto será cá no distrito e o ACV tem que defender a representação de campeão. Será na Moita - Marinha Grande, no dia 23.

Classificação dos atletas do ACV;

Geral Nome Tempo Esc
  Seniores  Masculinos    
7º JOÃO GONÇALVES 15:39 7º
10º CARLOS ALVES 16:35 10º
12º JOAQUIM QUITÉRIO 17:17 12º
15º AMILCAR BRITO 17:27 15º
  Coletivo 2º 44P
  Veteranas    
2ª BLANDINA LOURENÇO 19:56 2ª
5ª ELSA SOARES 21:57 3ª
6ª SARA DOMINGUES 22:09 1ª
  Veteranos Masculinos    
4º MIGUEL ANGELO 15:30 2º
5º BRUNO GASPAR 15:35 2º
6º LICÍNIO CARREIRA 15:47 3º
8º PEDRO FERREIRA 15:56 3º
11º MIGUEL GONÇALVES 16:45 4º
13º NARCISO FABIÃO 17:10 5º
16º JOSÉ SANTOS 17:16 5º
20º JOSÉ MENDES 17:29 7º
33º NELSON FERREIRA 18:49 8º
37º VITOR LOPES 19:29 6º
44º EUGÉNIO MENDES 22:05 5º
45º LEANDRO SANTOS 23:02 2º
47º ALFREDO SANTOS 23:52 3º
  Coletivo 1ª 23P
  Extra    
? MÁRIO HENRIQUES ?  

Fotos ACV, AQUI

Classificações (do CD), AQUI

Fotos ADAL, AQUI

 

 

 

Assembleia Geral

AG Eleitoral ou de Aprovação de Contas

aviso030

A Assembleia só prosseguirá para os pontos 2 e seguintes se não houver nehuma lista

 
  • Valsteam
  • Crédito Agrícola
  • Auto Mecânica da Confraria
  • Artebel
  • Parceiros Media
  • image
Hosting: Ilimitada Hosting Chile VPS